Montagem de Painéis de Comandos Elétricos 40% mais rápido

Certamente, antes de você começar a estudar em um curso de eletricista online ou offline, ou algum trabalho com painel elétrico, antes de tudo você precisou ter em mãos o diagrama elétrico certo?

Mas o que a Leitura de Diagramas tem a ver com a Montagem de painéis?

Ou mesmo, porque a Leitura de Diagramas se torna tão importante quando se trata da montagem de um painel elétrico?

E porque o diagrama também é uma peça chave na hora de realizar uma manutenção e um painel elétrico?

Além de sanar todas estas dúvidas, você ainda quer se surpreender com a ajuda de uma caneta marca texto?

Então, continue aqui que iremos lhe ensinar ;).

Montagem de Painéis de Comandos Elétricos

Neste artigo vou revelar 2 dicas simples sobre Montagem de Painéis de Comandos Elétricos, porém bastante relevantes, que vão fazer com que você economize até 40% do tempo de montagem de um painel, e também, irão auxiliá-lo para que você possa encontrar um defeito até 3 vezes mais rápido.

 

Painel elétrico X Diagramas elétricos

Se você trabalha na indústria ou já precisou realizar a manutenção em alguma máquina ou painel elétrico, com certeza te pediram para realizar o concerto e entregaram o diagrama.

Pois bem, você como um ótimo eletricista, quando recebe esta missão você tem que estar preparado correto?

Por esta razão é que o diagrama elétrico é de extrema importância neste momento.

Por que é ele que vai te orientar e te ajudar a descobrir qual o problema e como resolvê-lo.

Pois bem…

É importante lembrar que quando você recebe um diagrama para realizar uma montagem, ele deve ser seu mapa.

Todas as informações relevantes estão neste papel cheio de detalhes.

Quando estamos iniciando na profissão, ou até mesmo quando não conhecemos a fundo o painel que iremos trabalhar, estas informações são complicadas de entender.

Mas calma, basta conhecer alguns simples detalhes que ele se tornará de fácil interpretação.

É como ler um mapa, você precisa saber o que cada coisa significa, onde você está, onde precisa chegar, e o mais importante, que caminho percorrer.

 

Dica 1: Entenda a TAG que representa o número do condutor

Você já deve ter se dado conta de que tudo precisa ser identificado, e o quanto isso facilita para realizar uma manutenção.

Observe o diagrama abaixo:

Montagem de Painéis de Comandos Elétricos Diagrama Elétrico

Obs.: Este diagrama foi desenvolvido no software CADe SIMU, conheça o curso gratuito de CADe SIMU.

Neste diagrama, cada um dos cabos que saem do disjuntor e vão para o motor recebe uma numeração.

Por exemplo: O cabo 1 sai da conexão 2 do disjuntor Q1 e vai para a conexão 1 do contator K1.

Tenho certeza que com essas descrições, agora você sabe exatamente de qual cabo eu estou falando correto?

Por isso a importância de identificar todos os componentes, conexões, cabos.

E mais ainda, por esta razão é importante saber ler e interpretar o diagrama elétrico.

Imagine que você esteja fazendo a manutenção em um painel, e que este painel não tem as identificações de cabos.

Você vai perder um tempo para identificar cada cabo, para saber para onde ele vai.

Para evitar este tipo de “perca de tempo” é que as identificações dos cabos são feitas através de anilhas numéricas.

Montagem de Painéis de Comandos Elétricos Anilhas

Através da identificação dos cabos e do diagrama, fica muito mais fácil para que o profissional se situe e ganhe tempo na execução da montagem ou manutenção

É importante que o cabo tenha numeração nas duas pontas.

Através das TAG’s, da leitura do diagrama você conseguirá identificar e sanar problemas muito mais rápido, e sem precisar desmontar o seu painel sem necessidade.

 

Dica 2: Conhecer simbologia dos componentes.

Assim como identificar os cabos, é bastante importante saber identificar os componentes existentes em um diagrama elétrico.

Desta maneira você consegue entender melhor como o circuito funciona, como ele se comporta, o que deve ocorrer no funcionamento.

E com estas informações sobre o circuito, você pode prever quais os problemas, qual o defeito do circuito em questão.

E para identificar os componentes, existe uma simbologia para cada componente

Para facilitar sua interpretação, sua compreensão do diagrama e circuito, separei para você a nova versão do GUIA LIDE.

Você sabe o que é o GUIA LIDE?

Ele é um catálogo com 36 dos componentes mais usados em Diagramas Elétricos.

Este GUIA LIDE nada mais é do que um Guia de Leitura e Interpretação de Diagramas Elétricos.

É o seu Guia com os 36 símbolos gráficos e literais mais importantes para você conseguir interpretar qualquer diagrama elétrico.

 

Dica 3: Usar a caneta marca texto

Montagem de Painéis de Comandos Elétricos Marcação

Tenho certeza que você está achando um tanto quanto estranho não é mesmo?

Pois é, a caneta marca texto vai te ajudar a ganhar tempo na montagem e manutenção dos painéis elétricos. Geralmente você vai precisar montar painéis cheio de detalhes e muito provavelmente, levará mais de 1 dia para montar. Por esta razão usamos uma caneta marca texto para que você possa ir marcando o que já foi feito.

Este procedimento vai fazer com que você tenha uma noção exata do que já foi feito e o que você ainda precisa fazer. Quais cabos já foram conectados, quais precisam ser conectados, enfim, você terá uma visão geral da sua montagem.

Ao realizar uma manutenção, é importante que você tenha em mãos uma cópia do Diagrama elétrico. Desta forma, você poderá rastrear o que já foi testado, e até mesmo onde pode estar o seu problema.

Evitando assim que você fique medindo várias vezes o mesmo local, evita que você fique perdido.

Vídeo sobre Montagem de Painéis de Comandos Elétricos

Conclusão

Agora com posse dessas informações esperamos que você consiga agilizar seus serviços com painéis elétricos, essas dicas com certeza irão fazer com que você tenha muito mais agilidade, praticidade, conhecimento do seu trabalho. E melhor que isso, você não se sentirá perdido caso precise interromper o serviço.

“Relacionar a Leitura e Interpretação de Diagramas Elétricos e Montagem e Manutenção de painéis, fará toda a diferença no seu dia-a-dia.”

Para ter ainda mais facilidade na montagem e manutenção de painéis baixe agora mesmo o GUIA LIDE 1.3 gratuitamente.

No GUIA LIDE 1.3 temos 36 principais símbolos mais usados nos diagramas elétricos gratuitamente.

Compartilhe esse artigo sobre Montagem e Manutenção de painéis elétricos com seus amigos para que eles também possam entender melhor sobre o assunto.

Aterramento Elétrico: O que é e qual seu objetivo

O aterramento elétrico é, basicamente a uma das formas mais segura de interferirmos na eletricidade de maneira a proteger e garantir um bom funcionamento da instalação elétrica, além, é claro, de atender exigências de normas.

Pois Bem! Segundo a ABNT, aterrar significa colocar instalações e equipamentos no mesmo potencial de modo que a diferença de potencial entre a terra e o equipamento seja zero. Isso é feito para que, ao operar máquinas e equipamentos elétricos ao realizar uma manutenção, o operador ou o profissional da área elétrica não receba descargas elétricas do equipamento que ele está manuseando, seja por corrente de falta (fuga para massa) ou por descarga eletrostática.

O que é Aterramento Elétrico?

o que é aterramento elétrico

Aterrar um dispositivo ou equipamento está relacionado a interliga-lo com a terra propriamente dita ou a uma grande massa que possa a substituir. Então quando nos referenciamos a um dispositivo aterrado estamos afirmando que pelo menos um de seus terminais estão propositalmente ligados a terra.

Na maioria das vezes, um equipamento não necessita possuir aterramento elétrico para funcionar (Infelizmente), no entanto, quando nos referimos a um nível de tensão ou de um sistema de comunicação a referencia é na maioria das vezes um potencial “zero”que tradicionalmente é a terra e a falha/falta desta referência causará o mau funcionamento do equipamento ou a perda de comunicação.

Imagine então que um objeto sobre a terra está em seu potencial, ou seja, “Está Aterrado Eletricamente“.

Aterramento Elétrico: Qual o objetivo?

aterramento elétrico objetivo

Podemos pontuar o objetivo do aterramento em três:

  1. Proteção da integridade física do homem
  2. Facilitar o funcionamento de dispositivos de proteção
  3. Descarregar cargas eletrostáticas de carcaças de objetos e equipamentos

Aterramento Elétrico: Proteção da integridade física

aterramento elétrico proteção da integridade física

É sabido que o principal objetivo do aterramento elétrico é garantir a integridade física do homem seja na utilização da eletricidade de forma doméstica quanto no uso profissional. A segurança com instalações elétricas é abordado de diversas formas através da NBR 5410 ou mesmo na Norma Regulamentadora NR10 que postamos aqui na Sala da Elétrica Anteriormente.

O fato é que um equipamento que não esteja aterrado não consegue se “desfazer” da corrente de fuga e quando um indivíduo entra em contato sofre toda a descarga elétrica da estrutura, já com o aterramento elétrico, toda a corrente de fuga é direcionada a terra através dos condutores.

Não podemos esquecer também que toda a instalação elétrica deve estar prevendo este sistema de proteção, inclusive as emendas devem ser sempre muito bem feitas, veja nosso post de emendas: Derivação e Prolongamento.

Facilitar o funcionamento de dispositivos de proteção

Pense bem! Como funciona os dispositivos de proteção (disjuntores, fusíveis, etc…)? seja por corrente de curto circuito ou sobrecarga eles sempre irão depender do aumento da corrente, logo, se não houver aterramento não existe “vazão”da corrente elétrica, por exemplo: uma geladeira cujo motor está com fuga de corrente e não possui aterramento, a corrente excedente somente será descarregada da carcaça quando um indivíduo estabelecer um contato entre esta e a terra.

Porém, quando existe o aterramento a corrente elétrica é direcionada a terra e temos o aumento excessivo da corrente causando o acionamento do dispositivo de proteção (seja um fusível. disjuntor,etc…), o seja, facilitando seu funcionamento.

Descargas de cargas eletrostáticas

Como sabemos, cargas eletrostáticas são geradas a todo momento seja através do atrito, do caminhar de uma pessoa ou até mesmo reações químicas, porém, nem sempre são notadas, mas este fenômeno pode ser prejudicial ao desempenho de equipamentos eletrônicos e até mesmo para a sua segurança.

Como Assim? Imagina um caminhão de combustível ao realizar a descarga de gasolina em Posto, se este não possuir um aterramento neste momento corre um sério risco de explosão pois durante a viagem ficou exposto ao atrito com o vento/ar e seus pneus o isolam da terra.

Qualificação Profissional. Vale a pena conferir:

aterramento elétrico curso

É inevitável que para construir com perfeição um sistema de proteção (Aterramento) o profissional da área elétrica deverá estar bem capacitado e quando o assunto é capacitação além da vontade de aprender você precisará de qualificação séria e com profissionais experientes que ofereçam recursos didáticos suficiente para além de ensinar, motivar o aluno. Este treinamento focado em Sistemas de Aterramentos de Baixa Tensão é o que você estava procurando.

Tomada Com Obturador: Como evitar acidentes elétricos com crianças

Você já conhece a tomada com obturador? Ela tem um mecanismo inovador e com uma grande proposta para segurança. Olhe só!

Segundo a ABRACOPEL 600 pessoas morrem por ano por acidentes com eletricidade, é um número bem grande não é mesmo?!

Mas o que você, profissional da área de elétrica, está fazendo para ajudar a reduzir este número?

Já falamos aqui na Sala da Elétrica diversas vezes o que você pode fazer para garantir sua segurança, e como evitar acidentes com eletricidade, ou certamente você já até sabe como agir e o que fazer para se proteger correto?

A forma mais comum para proteção contra choques são os dispositivos DR, Disjuntores, aterramento dentre outros. Mas o que podemos fazer para proteger aquelas crianças curiosas e teimosas que não tem noção do quão perigoso é mexer naquela tomada aparentemente inofensiva?

Por mais que a gente fale, ensine, ou até coloque as proteções de tomada eles sempre acham uma forma de enfiar alguma coisa naqueles buraquinhos sedutores não é mesmo?!

Por esta razão hoje o assunto é a segurança, hoje falaremos sobre mais uma forma de proteger as nossas crianças em suas residências, a tomada com obturador.

Tomada com obturador para proteção de crianças

Tomada com obturador proteção para crianças

Como já falamos algumas vezes, temos algumas formas de proteção contra choques elétricos residenciais.

Os mais usados são: Dispositivo DR, desligar os disjuntores quando for trabalhar com a eletricidade, aterramento, manter a instalação correta verificando-a a cada 5 anos, enfim, temos várias formas de proteger a nossa casa e nossos familiares contra choques elétricos.

Mas e o que fazemos com as crianças curiosas que insistem em mexer e colocar coisas nas tomadas?

O Ministério da Saúde informou que em 2011, foram registradas mais de 10,2 mil internações de crianças de até 10 anos de idade por acidentes domésticos. Entre os casos mais frequentes estão problemas relacionados à respiração, queimaduras, quedas, cortes e choques elétricos.

A curiosidade faz com que elas cheguem perto das tomadas, e insiram objetos que aumentam drasticamente as chances de acidentes domésticos com choque elétrico.

Certamente você conhece alguém, ou até mesmo você como um eletricista iniciante curioso, tentou colocar alguma coisa naquele buraco mágico que faz com que todos os eletrodomésticos simplesmente funcionem, correto?!

Sabe aquela história de “a criança colocou o grampo, ou o clip na tomada!!”

Este tipo de coisa é comum e pode acontecer com qualquer um não é mesmo? E com certeza você conhece alguém que já fez isso, se é que não foi você mesmo que o fez.

Mas o problema é que este tipo de acidente pode ser fatal. A maioria dos acidentes relacionados a eletricidade em residências podem ser prevenidos se você usar e conhecer os componentes corretamente.

Assim, você terá uma casa bem mais segura, e desta forma evitar acidentes com seus entes queridos.

Mas como proteger nossas crianças?

Como proteger crianças contra choques elétricos?

Tomada com obturador branco

Pensando nesta segurança e principalmente na segurança dos pequeninos, é que criaram a Tomada com proteção para crianças.

Este tipo de tomada está disponível pelos fabricantes Schneider Eletric e Siemens.

Ela possui um sistema de proteção com obturador* que impede que objetos estranhos sejam inseridos em apenas um dos terminais energizados da tomada.

Este sistema impede que alguém tenha acesso a parte energizada da tomada.

Por exemplo, se uma criança tentar inserir um clip no terminal da tomada, geralmente em um dos terminais da tomada, este sistema obturador impede que o orifício seja exposto.

Neste sistema de obturador a tomada somente terá os orifícios abertos caso sejam inseridos 2 objetos com a mesma força, ao mesmo tempo e o mesmo grau de inclinação, o que é quase impossível para uma criança.

Desta forma, só será possível acessar os terminais da tomada com obturador se for inserido um plug da tomada. Os obturadores se abrem fazendo com que o plug da tomada entre em contato com a parte energizada da tomada. Este tipo de tomada é muito indicado para ambientes com crianças, como escolinhas, creches, residências, enfim.

Isso porque as crianças têm uma alta curiosidade por inserir objetos nas tomadas.

As tomadas com obturador (proteção para crianças) estão disponíveis em 10A e 20A.

Como todas as demais tomadas, estas não podiam ser diferente, elas devem obedecer a todos os requisitos exigidos pelas normas técnicas.

Garantindo assim que elas sejam realmente seguras.

*Obturador: fecha hermeticamente a introdução ou aplicação de um corpo; obstruir, impedir a passagem de algo.

Porque o choque elétrico acontece?

A corrente precisa sair de algum lugar e ir para outro, por esta razão quando a criança coloca o objeto em um dos terminais da tomada, ela vai fechar o circuito entre o ponto energizado e o ponto de “terra” e a própria criança será o condutor até o terra…. por esta razão a pessoa, ou a criança leva o choque.

Quando a corrente elétrica percorre o corpo humano, esta interfere nas correntes internas dos nervos, e esta interferência nos dá a sensação de formigamento. Para que o choque ocorra, é necessário que exista uma diferença de potencial entre dois pontos distintos.

Um desses pontos é o energizado, um dos terminais da tomada por exemplo, e o outro ponto geralmente são os pés, que estão em contato com o solo. Esses 2 pontos tem uma diferença de potencial, e quando em contato entre si, acontece o choque.

Caso estivermos com os pés calçados com um chinelo de borracha podemos levar um choque menor ou até mesmo nos livrar dele, pois a borracha é isolante.

A intensidade da corrente elétrica depende de alguns fatores como tensão e resistência elétrica percorrida pela corrente elétrica no corpo. A resistência do corpo humano varia de acordo com a pessoa, condições da pele, umidade. O corpo molhado tem a resistência muito mais baixa do que seca.

Por esta razão é tão perigoso equipamentos elétricos em banheiros por exemplo.

Bom, com o corpo molhado, a resistência do corpo é bem baixa, o que torna a corrente elétrica mais alta mesmo com uma baixa tensão.

Também por isso que o choque elétrico está relacionado com a corrente elétrica e não com a tensão.

Pode acontecer de uma pessoa vir a óbito mesmo com uma tensão de 12V por exemplo.

Danos causados pelo choque elétrico

Quando uma pessoa leva um choque elétrico ela pode ter vários efeitos como: dores, espasmos musculares, formigamento contrações musculares, parada respiratória, queimadura, alteração dos batimentos cardíacos ou até mesmo a morte.

Estes efeitos são causados pelo movimento de contração que ocorre nos músculos devido ao choque elétrico.

Outro motivo que pode vir a causar danos ao corpo humano é o trajeto que a corrente percorre no corpo.

Caso a corrente passe pelo coração, que é um músculo, vai causar espasmos que alteram o ritmo cardíaco, deixando-o irregular e causando assim a fibrilação.

Caso a pessoa leve um choque que passe pelos 2 braços, ou pelo braço esquerdo e os pés, o risco desta pessoa ter uma parada cardíaca é muito maior pois certamente a corrente irá passar pelo coração.

E por esta razão falamos tanto da importância das tomadas com proteção contra crianças.

Seguem alguns dados de valor de corrente e danos ao corpo humano:

  • 1 a 10mA – formigamento;
  • 10 a 20mA – formigamento intenso e dor;
  • 20 a 100mA – parada respiratória e convulsão;
  • 100 a 200mA – fibrilação;

Acima de 200mA – queimaduras e parada cardíaca.

Funcionamento da tomada com obturador

Existe um mecanismo relativamente simples, mas bastante eficaz que faz com que os orifícios neutro e fase (127V) ou fase e fase (220V) fiquem obstruídos. Este mecanismo somente desobstrui os orifícios caso eles sejam acionados simultaneamente e no mesmo ângulo.

Quando colocamos um objeto em apenas um dos orifícios, o mecanismo tem um Inter travamento que impede que a placa seja levantada. Quando inserimos o plug, o mecanismo é acionado ao mesmo tempo e no mesmo ângulo, e então a placa abre e libera o contato.

Após remover o plug as molas que tem no mecanismo faz com que a placa volte a posição inicial.

Molas da tomada com obturador

Desta forma relativamente simples que estas tomadas nos auxiliam na proteção das nossas crianças.

Características

Estas tomadas tem algumas características que são importantes para a instalação, para que seja dimensionado corretamente.

  • Conexões terminais: 3X terminais sem parafuso (terminais com engate rápido);
  • Corrente nominal: 10A, 250VCA, 50/60Hz;
  • Quantidade de cabos por terminais: 2 cabos;
  • Questões ambientais: Livre de halogênio.

Alguns fabricantes disponibilizam a versão antibacteriana, para ambientes hospitalares ou que exigem ambiente antibacteriano.

Dicas de Instalação da tomada com obturador

Produto disponível nas versões 10A e 20A.

Terminais: Encaixe rápido ou parafuso.

  1. Desligar o DR e os disjuntores;
  2. Decapar os cabos com 11mm;
  3. Pressionar o botão do terminal fase na tomada;
  4. Encaixar o cabo fase na tomada e soltar o botão;
  5. Verificar o encaixe;
  6. Pressionar o botão do terminal Neutro na tomada;
  7. Encaixar o cabo neutro na tomada e soltar o botão;
  8. Verificar o encaixe;
  9. Pressionar o botão do terminal terra na tomada;
  10. Encaixar o cabo terra na tomada e soltar o botão;
  11. Verificar o encaixe;
  12. Encaixar a tomada no módulo de encaixe;
  13. Encaixar a placa de acabamento na tomada;
  14. Ligar o disjuntor e o DR;
  15. Testar o funcionamento da tomada.

Tomada com obturador: Conclusão

A tecnologia tem sido uma grande aliada em nosso dia a dia, e principalmente no quesito segurança, com certeza esse tipo de tomada vai proteger as crianças daquela curiosidade incontrolável que elas têm.

Saber como e quando utilizar estes componentes de proteção é muito importante, pois eles podem e com certeza irão evitar problemas. Agora que você já conheceu mais uma forma de proteger seus familiares em casa, tenho certeza que você vai querer compartilhar esse conteúdo com seus amigos e amigos eletricistas.

Para saber um pouco mais sobre este tipo de tomada assista ao vídeo abaixo, onde você vai encontrar informações mais detalhadas sobre este componente.Confira o artigo original publicado pela Sala da Elétrica:
Tomada Com Obturador: Como evitar acidentes elétricos com crianças